Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home3/psicokar/public_html/wp-content/plugins/revslider/includes/operations.class.php on line 2758

Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home3/psicokar/public_html/wp-content/plugins/revslider/includes/operations.class.php on line 2762

Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home3/psicokar/public_html/wp-content/plugins/revslider/includes/output.class.php on line 3706
Depressão e frustração na adolescência – Karina Winck

Depressão e frustração na adolescência

Autoestima: A aceitação de si mesmo
abril 17, 2019
Maternidade
abril 17, 2019
Exibir tudo

Depressão e frustração na adolescência

 

A depressão manifesta-se no adolescente quase sempre através de sentimentos de vazio,

tédio, sentimento de solidão e abandono, pode sentir-se mal-amado, incompreendido e rejeitado, seja pela família, pelo grupo ou por uma determinada pessoa, ocasionando frustrações diversas.

Da mesma forma, ideias de grandeza eventualmente delirantes, necessidade de falar constantemente, sono reduzido, compras exageradas, distração, hiperatividade, também são sintomas de estado depressivo.

A depressão na adolescência tende a agravar-se e prolongar-se se a família e a escola não forem capazes de detectar o problema em sua essência. Uma das características básicas da presença de depressão no jovem é o isolamento exagerado, aliado a tristeza, perda de interesse ou prazer, modificações de apetite, sono e peso, fadiga, dificuldade de concentração e ideia de suicídio.

Na época da adolescência os jovens, tendem a se apoiar mais em seus amigos, do que em seus pais, e algumas vezes tornam-se deprimidos. Os filhos de famílias permissivas ou autoritárias demonstram-se mais deprimidos do que os de famílias onde as relações familiares são mais democráticas.

Os comportamentos depressivos podem induzir atitudes de incompreensão, rejeição e hostilidade do meio, atitudes estas que reforçam sua visão negativa de si mesmo, em algumas vezes os pais e professores veem o adolescente deprimido como preguiçoso, irresponsável e imaturo.

Dessa forma o adolescente acaba se isolando em um mundo só seu, podendo vir a mutilar-se fazendo cortes pelo corpo, imaginado que isso será uma saída para suas tristezas e frustrações. A família tem um papel fundamental, tanto na prevenção quanto no tratamento da depressão em adolescentes, fazendo-o entender que ele tem valor, é aceito e querido.

Para reverter esse quadro de depressão e frustração é importante definir objetivos que possam fortalecer a valorização do adolescente e sua autoestima, sendo de extrema importância procurar tratamento médico e psicológico e segui-los de forma rigorosa.

Karina Winck
Psicóloga Clínica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Olá, Posso ajudar?
Powered by